A Música Eletroacústica

A Música Eletroacústica, ou música eletrônica erudita, é a modalidade de composição realizada em estúdio, ou com o auxílio da tecnologia, e que se alinha dentro da linguagem da música contemporânea. A música eletroacústica, originada por técnicas provindas da música concreta e eletrônica, propõe novas estratégias composicionais, estruturais e estéticas que diferem das encontradas na composição da música instrumental. O ouvinte que comparece a um concerto de música eletroacústica necessita de um novo critério de percepção diferente daquele acostumado com escalas, relações harmônicas, altura e padrões rítmicos constantes.

A música eletrônica concebida para o sistema multicanal pode ser comparada ao revelo de uma escultura. Quando a composição criada para um sistema de oito canais é reduzida para o sistema estereofônico, é como se estivéssemos olhando uma fotografia da escultura, o revelo já não existe mais. Na música eletrônica, o ouvinte precisa estar imerso no ambiente sonoro e ser envolvido pela música que circula no espaço de concerto.

Na história temos muitos exemplos de clássicos da música eletroacústica tais como: Symphonie pour um homme seul (1950) de Pierre Schaeffer e Pierre Henry, Poème Électronique(1958) de Edgard Varèse, Artikulation (1958) de György Ligeti, Kontakte (1960) de Karlheinz Stockhausen, Ensembles for Synthesizer (1964) de Milton Babbitt, entre outros.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s