Programa 24-04

Programação da Sala dos Sons do dia 24-04-2012

PROJEÇÃO SONORA DE COMPOSIÇÕES ELETROACÚSTICAS

DIREÇÃO ARTÍSTICA: PROF. DR. E.F.FRITSCH

ONDE: Sala dos Sons – Av. Paulo Gama, 110 – 2 andar da Reitoria da UFRGS
QUANDO: 24 de abril – horário: 18h

ENTRADA FRANCA

 Projektion (1999-2000) – Paulo Chagas

 Projektion foi a última obra puramente eletroacústica realizada no Estúdio de Música Eletrônica da Rádio WDR de Colônia, na Alemanha. A obra propõe a decomposição de um único som – um fragmento de voz – o qual é repetido em loop e processado por um sistema de espacialização em 12 canais, que gera um movimento contínuo de rotação. A regularidade do loop produz um ritmo que é alterado por transformações digitais como filtro, delay, feedback, etc. Essas alterações criam novos ritmos que se sobrepõem ao som original, gerando uma espécie de polifonia espectral. Além do original, foram criados 5 processos sonoros de doze canais, num total de 72 pistas. A partir desta versão original em doze canais, o compositor criou duas novas versões de Projektion: 8 canais e estéreo com a duração de 17′ 28″.

“Mass & Energy” (2012) – Rafael de Oliveira

Em física, “equivalência massa-energia” é o conceito de que a massa de um corpo é a medida do seu conteúdo de energia. Neste conceito, massa é propriedade de toda energia, e energia é propriedade de toda massa, e as duas são conectadas por uma constante: a velocidade da luz. Para Einstein, a equivalência da massa e energia é uma consequência das simetrias do espaço e tempo. Em Mass & Energy é apresentada, através do discurso musical, uma subjectivação deste pensamento. As interacções entre os materiais sonoros e as estruturas musicais resultantes são uma consequência da energia constante no próprio material. Como consequência o espaço acústico ocupado pela obra busca reflectir a intensidade destas interacções. Este trabalho foi desenvolvido nas dependências do CIME (Centro de Investigação em Música Electrónica), pertencente ao Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, Portugal.

Bagatelas do Encontro (2012) – Daniel S. Mendes

Bagatelas do Encontro é uma série de pequenas peças eletroacústicas nas quais utilizei como material concreto falhas e erros ocorridos durante a gravação de concertos. Neste caso, considero como ‘problemas’ aspectos tanto de ordem prática, como ruídos ambientes, problemas no aparato de gravação, quanto outros mais subjetivos como a própria forma de encarar a execução da obra em relação ao almejado pelo compositor em comparação com o material disposto na gravação. Desta forma, o que foi considerado indesejável se torna o próprio material nesta obra e é inserido dentro do discurso da obra com autonomia e legitimidade. Esta versão de Bagatelas em 7.1 foi desenvolvida especialmente para ser apresentada na Sala dos Sons da UFRGS.

Sobre os compositores:

Paulo C. Chagas é compositor brasileiro de reputação internacional. Sua música desenvolve uma estética pluralista, explorando tecnologia e multimídia. Chagas realizou estudos de composição no Brasil, na Bélgica e na Alemanha. É doutor em Musicologia pela Universidade de Liège, Bélgica. Atualmente, é Professor de Composição da Universidade da Califórnia, Riverside, EUA, onde reside.
Paulo C. Chagas compôs mais de 100 obras incluindo balés, óperas, teatro musical, multimídia, peças para orquestra, conjuntos instrumentais e vocais, instalações, música eletrônica e digital. É convidado regularmente para participar de festivais internacionais na Europa, Rússia e Estados Unidos.

Daniel S. Mendes (1984 – ) atua na área da música contemporânea de concerto, tanto como compositor, quanto intérprete. Defendeu sua dissertação de mestrado na UNESP orientado por Flo Menezes sobre da obra eletrônica de Stockhausen. Atualmente cursa doutorado em composição na UFRGS sob orientação do Prof. Dr. Antonio Borges-Cunha e é professor de disciplinas teóricas nos cursos técnicos e de graduação em Música na Faculdades EST.

Rafael de Oliveira é compositor brasileiro, graduado em composição musical pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sendo também bolsista no CME – Centro de Música Eletrônica. Desde 2006 reside em Portugal, onde atualmente realiza o doutoramento em composição na Universidade de Aveiro, integrando o CIME – Centro de Investigação em Música Electrónica. Detém especial interesse em composição de música eletroacústica mista e paisagens sonoras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s